UEMASUL sedia lançamento de editais de internacionalização

A Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão recebeu na segunda-feira (25), o secretário adjunto da secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do estado do Maranhão (SECTI), Pedro Igor Nascimento e Alex Oliveira de Souza, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (FAPEMA), para o lançamento dos editais: Estágio Nacional, Estágio Internacional e Cooperação Internacional.

Os três editais visam estimular a realização de estágios de curta duração em parceria com instituições de ensino superior (IES) e pesquisa e/ou empresas localizadas dentro e fora e no Brasil, apontando o aperfeiçoamento profissional e a experiência nacional e internacional de estudantes de graduação, mestrado e doutorado. A programação contou também com o painel: Internacionalização acadêmica na UEMASUL: desafios e perspectivas, que debateu a internacionalização na UEMASUL e as ações do Governo do Estado.

Para o acadêmico de Ciências Biológicas da UEMASUL, Rafael Mendes, a abertura dos editais representa novas oportunidades que os discentes e docentes das instituições, para aperfeiçoarem a aprendizagem . “Acredito que seja mais uma chance que nós estudantes e os professores estamos tendo, para concorrer a essa experiência dos intercâmbios e estágios em regiões do Brasil e em outros países”, declarou.

O Presidente da FAPEMA, Alex Oliveira, ressaltou a relevância do lançamento dos editais de internacionalização para a comunidade científica do Maranhão. “Precisamos nos relacionar com outros pesquisadores de diferentes regiões do mundo, que tem perspectivas semelhantes com as pesquisas do Maranhão, de forma que possamos crescer com as pesquisas. O intuito é motivar os pesquisadores a buscar novos conhecimentos e ampliar os horizontes no mundo”, afirmou.

O secretário adjunto da SECTI, Pedro Igor Nascimento destacou o crescimento dos números de vagas e recursos destinados aos estágios e intercâmbios, e comentou sobre os investimentos do Governo do Maranhão na área da pesquisa científica e inovação tecnológica. “A gente entende que essa é uma área importante para ser fortalecida dentro das universidades. Há muito pouco tempo atrás pensar num ensino superior no exterior era um sonho muito distante, que nem todo mundo tinha acesso, só os privilegiados. Hoje, a política do Governo do Maranhão é totalmente oposta a isso, de oferecer oportunidades para todo mundo, de todas as classes sociais”.

A internacionalização acadêmica tem dominado a agenda de instituições públicas e privadas e, ao se investir na internacionalização do ensino superior, o que se busca, além do compartilhar de experiências acadêmicas com instituições nacionais e estrangeiras, é quebrar as barreiras do regionalismo para inserção no mundo global.

O lançamento dos editais foi bastante simbólico para a UEMASUL conforme declarou a Reitora Elizabeth Nunes Fernandes. “Trata-se de um evento que demonstrou mais uma vez o nível de investimento do Governo do Estado por meio da SECTI e FAPEMA, tratando da temática da Internacionalização. O painel sobre o processo de implantação das primeiras ações Internacionalização da UEMASUL foi de extrema importância para socializarmos com a comunidade e demais instituições educacionais presentes. Foi um grande evento”.

Acesse os editais:

Estágio Internacional

Estágio Nacional 

Cooperação Internacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *