Escutas Territoriais

Com a máxima de que não se governa um Estado sozinho, o Governo do Maranhão conta com a participação popular para avançar nas políticas públicas que beneficiam a população. Nesse sentido, o Orçamento Participativo, regulamentado através do Decreto nº 31.519, de 29 de fevereiro de 2016, busca conscientizar a população sobre o importante instrumento de gestão pública que é o orçamento e ainda mobilizá-la para que ela participe da elaboração do orçamento do Estado.

A elaboração do orçamento é feita por meio de escutas territoriais. É uma forma de tornar participativo e democrático o orçamento público do Estado, elevando os níveis de controle popular e transparência sobre os recursos estatais. Este ano a jornada de escutas terá início no próximo dia 4 de abril se estendendo até o dia 27. No total serão 15 plenárias, nos 15 territórios da cidadania, percorrendo os municípios de Imperatriz, Caxias, Grajaú, Pedreiras, Governador Nunes Freire, Bacabal, Pinheiro, Pindaré Mirim, Itapecuru Mirim, Viana, Chapadinha, Balsas, Barreirinhas, Colinas e São Luís.

Depois das plenárias, as propostas, definidas por meio de discussões em grupos de trabalho, serão encaminhadas para votação na plataforma digital do Participa MA.

De acordo com o secretário de Estados dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, as escutas tem como objetivo democratizar o uso dos recursos públicos do Estado. “A votação do Orçamento Participativo é uma ação de Governo que garante à população o poder de decisão, de acompanhar a gestão e o uso dos recursos públicos e garantir a melhoria e o desenvolvimento solidário, com ações que não privilegiam apenas um grupo de pessoas, mas todas as micro e macrorregiões do Maranhão”, explicou.

A primeira plenária acontecerá dia 4 de abril, no horário de 7h30 às 15h, no município de Imperatriz, na sede da UemaSul, localizada na Rua Godofredo Viana, 1300, Centro.

O Orçamento Participativo é uma realização do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e da Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan).

SERVIÇO

O QUÊ? Plenárias para discussão do Orçamento Participativo (OP) 2018
QUANDO? 4 de abril
ONDE? UEMASUL – Campus Imperatriz

Capacitação Rede SICONV

Será realizado, no período de 16 a 20 de abril de 2018, na Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) em Imperatriz, a capacitação da #RedeSICONV no Estado do Maranhão, para o Módulo A e B (Celebração e Execução de Convênios).
A presente capacitação tem como público-alvo os gestores e técnicos operadores do SICONV das Secretarias de Estado do Maranhão, assim como das Prefeituras Municipais do Estado e das Organizações da Sociedade Civil (aptas à formalizar convênios com o Governo Federal), visando o aperfeiçoamento dos trabalhos referentes à preposição de propostas/projetos no Sistema de Gestão de Convênios do Governo Federal (SICONV).
Desta forma, estão abertas as inscrições por meio do e-mail: redesiconvma@secap.ma.gov.br até o dia 10/04/2018
As inscrições serão analisadas, conforme o público-alvo proposto e a quantidade de vagas disponíveis.
No ato da inscrição é necessário informar os dados pessoais do interessado, a seguir elencados;
Nome:
Prefeitura:
Órgão da Prefeitura:
Cargo:
Telefone:
Email:
CPF:
Esclarecemos que as inscrições são gratuitas, ficando a cargo dos municípios as despesas referentes ao deslocamento dos seus indicados.
O material será disponibilizado por meio eletrônico após o encerramento do curso.
Mais informações: redesiconv.ma.gov.br ou através do número (98) 99100-5205

Editais para concurso de professores com inscrições abertas

EDITAIS Nº 005/2018 e Nº 006/2018 – Centro de Ciências Agrárias, Naturais e Letras – CCANL, Campus Estreito – 10 Vagas

05 a 24/03/2018 Inscrição para Professor Adjunto

Acesse aqui

Edital retificador e suplementar aqui

 

EDITAL Nº 007/2018 – Centro de Ciências Humanas, Sociais, Tecnológicas e Letras – CCHSTL, Campus Açailândia– 10 Vagas

09/03/2018 a 02/04/2018 Inscrição para Professor Adjunto

Acesse aqui

 

EDITAL Nº 008/2018 – Centro de Ciências Agrárias – CCA, Campus Imperatriz – 3 Vagas

12/03/2018 a 04/04/2018 – Inscrição para Professor Adjunto

Acesse aqui

 

EDITAL Nº 009/2018 – Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas, Campus Imperatriz – 3 Vagas

12/03/2018 a 04/04/2018 Inscrição para Professor Adjunto

Acesse aqui

 

EDITAL Nº 010/2018 – Centro de Ciências Humanas, Sociais e Letras, Campus Imperatriz – 4 Vagas

12/03/2018 a 04/04/2018  Inscrição para Professor Adjunto.

Acesse aqui

UEMASUL lança editais de concurso com 30 vagas para professores

Parte fundamental para a consolidação, fortalecimento e expansão da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão, a abertura de novas vagas para docentes é uma reivindicação antiga que vem desde a época de UEMA. Apesar de, o quadro de professores ser um ponto forte na perspectiva qualitativa, a UEMASUL herdou um cenário insustentável do ponto de vista quantitativo, principalmente no campus de Açailândia, que em 15 anos de existência nunca tinha sido promovido sequer um concurso para servidor efetivo.

Apenas em 2018, foram abertas 39 vagas, distribuídas em 8 editais que contemplam todos os centros da universidade. “São 19 vagas para o campus Imperatriz, divididos para o Centros de Ciências Agrárias, Centro de Ciências Humanas, Sociais e Letras, além do Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas. Serão também 10 vagas para o campus de Açailândia e 10 vagas para o campus que estamos implantando em Estreito”, explicou o vice-reitor Expedito Barroso. “Nos 3 primeiros editais, que já estão com as inscrições encerradas, tivemos 63 doutores inscritos para 9 vagas de professor Adjunto”, afirmou o vice-reitor.

Seguem abertas as inscrições dos outros 5 editais, com 30 vagas para candidatos com título de doutorado. Na ausência de inscrições para as vagas de doutor, o edital prevê a reabertura das inscrições aceitando a titulação de mestre. A remuneração inicial pode chegar até R$ 8.236,22 em início de carreira e todos os editais estão disponíveis aqui.

No Plano de Desenvolvimento Institucional elaborado pela UEMASUL para o quadriênio 2017-2021, a previsão é de aumento em 50% no quadro de professores efetivos. Com as vagas liberadas pelo Governo do Estado, haverá um aumento de 30% dos professores efetivos. “Herdamos 9 vagas que já seriam direcionadas para o então Centro de Ensino Superiores de Imperatriz e apresentamos uma demanda de mais 30 vagas mediante as perspectivas de expansão”, explicou a reitora Elizabeth Nunes Fernandes, que completou: “Possivelmente serão mais 39 professores doutores em nosso quadro, o que terá impacto direto no desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão”.

Para a acadêmica Daniela Amaral do curso de Letras, no campus Açailândia, o momento é de grande expectativa em relação à chegada dos primeiros professores efetivos do campus. “Eu acredito que seja um bom avanço, porque assim a gente consegue ter um ensino de qualidade. Temos bons professores substitutos, que nos ajudam a desenvolver projetos, mas, como eles têm um contrato por tempo limitado, muitas vezes eles têm que deixar os projeto e até as aulas pela metade, sem contar que para ter financiamentos ou bolsas de pesquisa ou extensão é obrigatório que sejam professores efetivos”, declarou a estudante.

 

EDITAIS E INSCRIÇÕES

 

EDITAIS Nº 005/2018 e Nº 006/2018 – Centro de Ciências Agrárias, Naturais e Letras – CCANL, Campus Estreito – 10 Vagas

05 a 24/03/2018 Inscrição para Professor Adjunto

 

EDITAL Nº 007/2018 – Centro de Ciências Humanas, Sociais, Tecnológicas e Letras – CCHSTL, Campus Açailândia– 10 Vagas

09/03/2018 a 02/04/2018 Inscrição para Professor Adjunto

 

EDITAL Nº 008/2018 – Centro de Ciências Agrárias – CCA, Campus Imperatriz – 3 Vagas

12/03/2018 a 04/04/2018 – Inscrição para Professor Adjunto

 

EDITAL Nº 009/2018 – Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas, Campus Imperatriz – 3 Vagas

12/03/2018 a 04/04/2018 Inscrição para Professor Adjunto

 

EDITAL Nº 010/2018 – Centro de Ciências Humanas, Sociais e Letras, Campus Imperatriz – 4 Vagas

12/03/2018 a 04/04/2018 Inscrição para Professor Adjunto

UEMASUL celebra o Dia Internacional da Mulher com programação especial

A força da mulher está presente nas universidades brasileiras. Em comemoração ao 08 de março, Dia Internacional da Mulher, a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão promoveu nesta quinta-feira (08), uma programação especial em homenagem às mulheres. Na UEMASUL, as acadêmicas compõem 61,90% da população universitária, o quadro de agentes públicos e estagiários é composto por 80% de mulheres na Direção Superior, 46, 48% de docentes, 66,67% de técnicas administrativas e 60, 37 % de estagiárias.

No intuito de visibilizar as diversas formas de opressão vivenciadas pelas profissionais e estudantes da UEMASUL, além de contribuir com a institucionalização de uma política de combate a todas as formas de opressão e violência contra as mulheres na universidade, o seminário “Mulheres na Ciência:  superando preconceitos, estereótipos e produzindo conhecimento” contou com palestras e mesas de debates durante todo o dia.

A estudante do primeiro período de Geografia, Jaciane Ribeiro Silva destaca a importância dessas discussões para entender o papel da mulher no ambiente acadêmico. “É fundamental que se discuta sobre o ser mulher na sociedade e universidade, principalmente neste dia dedicado a nós.  Apesar dos preconceitos e dificuldades, para nós mulheres estarmos inseridas no espaço universitário é resultado de muitas lutas e conquistas”, ressalta.

Para a chefe de Divisão do Serviço Social e Médico, Conceição Amorim, o seminário representa uma oportunidade que os acadêmicos e docentes têm para conhecer um pouco mais a trajetória de lutas e conquistas das mulheres na ciência. “Tivemos a oportunidade de conhecer histórias reveladoras, do que é a mulher dentro desse espaço da universidade e mercado de trabalho. Foi um grande estudo da realidade das mulheres da UEMASUL, com suas lutas e vitórias”, destaca.

A reitora Elizabeth Nunes Fernandes participou das mesas redondas e falou sobre a caminhada e a superação das mulheres no campo da ciência. “Entendemos que o dia 08 de março é o momento que temos para discutir as lutas e as conquistas das mulheres. Nós mulheres sempre fomos fundamentais na construção do saber científico e educacional, mesmo limitadas pelo machismo estrutural. Então, precisamos lutar com a missão de promover a igualdade de gênero, seja ela, na sociedade e universidade”, finaliza.

Acadêmicos de Pedagogia da UEMASUL vencem prêmio Nacional de Educação Ambiental

O Centro de Ciências Humanas, Sociais e Letras (CCHSL) também foi vencedor do prêmio 1º Prêmio Nacional Educação Ambiental em Ação. Orientados pelo professor Zilmar Timóteo Soares, os estudantes do curso de Pedagogia: Iracilde Adrião, Jaine Silva , Leandro Conceição, Magda Mirelly, venceram com o projeto intitulado: A relação entre a escola e atitudes voltadas à sustentabilidade: a necessidade de priorizar a Educação Ambiental.

Para o professor orientador do projeto, essa conquista tem uma grande relevância para o desenvolvimento de pesquisas na UEMASUL: “Esse prêmio eleva o nome da universidade como pesquisa. Esses dois prêmios recebidos pela universidade têm uma grande relevância científica e incentiva que outros alunos também participem dessas atividades.”

Além da premiação, o artigo será publicado na 63ª edição da revista Educação Ambiental em Ação, qualis B4, na seção especial do I Prêmio. No intuito de compartilhar práticas de Educação Ambiental, em diferentes modalidades, o I Prêmio é realizado pela revista Educação Ambiental em Ação, que visa selecionar atividades e projetos práticos relevantes de Educação Ambiental, que foram ou estão sendo desenvolvidas e aplicadas em instituições de ensino públicos ou privados no Brasil.

A estudante premiada, Jaine Silva Souza de Moraes, fala sobre a importância em participar do projeto e sobre o sentimento da premiação. “Desde o inicio do projeto nossa intenção era incentivar essas práticas de sustentabilidade. Esse trabalho serviu como experiência para nossa prática pedagógica, e é também o que nós queremos, que é continuar as atividades. Pra nós esse prêmio é um reconhecimento que vai ser sempre lembrado como uma bela memória da nossa graduação”.

UEMASUL é premiada no 1º Prêmio Nacional Educação Ambiental em Ação

A profa. Esp. Stéfanie Sorrá Pereira, do Centro de Ciências Exatas, Naturais e Tecnológicas (CCENT) da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL), juntamente com os orientandos Ray Sousa Miranda, Célio Pereira Conceição, Joelson Gomes e Guilherme da Silva recebem premiação no 1° Prêmio Nacional Educação Ambiental em Ação. O trabalho desenvolvido por eles intitulado “Educação Ambiental: coleta seletiva, reciclagem e reaproveitamento do óleo de cozinha foi realizado no Centro Educacional Nascimento de Moraes de Imperatriz –MA”. O projeto ficou entre os 7 selecionados com maior destaque no país.

Além da premiação, o artigo será publicado na 63ª edição da revista Educação Ambiental em Ação, qualis B4, na seção especial do I Prêmio. No intuito de compartilhar práticas de Educação Ambiental, em diferentes modalidades, o I Prêmio é realizado pela revista Educação Ambiental em Ação, que visa selecionar atividades e projetos práticos relevantes de Educação Ambiental, que foram e estão sendo desenvolvidas e aplicadas em instituições de ensino públicos ou privados no Brasil.

Com o sorriso no rosto, por ter sido premiado, o estudante Ray Sousa Miranda, explica um pouco sobre o projeto e ressalta a importância do prêmio. “A proposta do trabalho foi levar informações de conscientização para os estudantes, além da reeducação deles, em relação ao descarte do óleo de cozinha, seja na coleta seletiva, reciclagem e reaproveitamento do óleo, utilizado em casa. Então, ficamos alegres com o resultado, pois mostra a relevância do trabalho para comunidade, e por ter sido destaque em nível nacional”, ressalta.

A professora e orientadora, Stéfanie Sorrá Pereira, revela que o prêmio é uma grande conquista para os acadêmicos e  para a UEMASUL. “É uma grande vitória para os estudantes e universidade, tanto em nível acadêmico como científico, pois mostra a credibilidade e a relevância nacionalmente, das pesquisas científicas e projetos de extensão desenvolvidos na instituição”, finaliza.