UEMASUL é contemplada com Restaurante Popular e Universitário

No início de 2017 muitas eram as expectativas de toda a comunidade em relação aos avanços da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão. Melhor estrutura física, mais bolsas de pesquisa e extensão, e melhor qualidade de ensino. Pauta à pauta, as conquistas foram se concretizando e o planejamento pensado para UEMASUL foi saindo do papel, se tornando realidade e indo muito além.

Pauta histórica nos debates de assistência estudantil, o Restaurante Universitário (RU) não estava dentro do planejamento de 2017, mas, após assumir o compromisso frente ao pedido dos representantes do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UEMASUL, o governador Flávio Dino determinou a criação de um RU. Ficou a cargo da administração superior fazer um estudo de viabilidade e apresentar alternativas para a implantação do RU.

De acordo com a reitora da UEMASUL, Elizabeth Nunes Fernandes, várias possibilidades foram avaliadas, mas, a maioria esbarrava em limitações de espaço físico ou inviabilidade orçamentária. “Foi quando o deputado estadual Marco Aurélio mediou uma conversa com o secretário Neto Evangelista, da Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES). Foi colocada a possibilidade de um acordo de cooperação que viabilizasse um Restaurante Popular em Imperatriz, que também pudesse atender a demanda da UEMASUL”, afirmou a reitora.

Em crescente investimento para interiorização das políticas de segurança alimentar, o Restaurante Popular e Universitário será o 19º do Maranhão. No início do governo eram apenas seis Restaurantes Populares e apenas em São Luís. “A política de segurança alimentar da gestão Flávio Dino atende quem realmente necessita e se amplia com a construção de novos equipamentos de alimentação, para contemplar todo o estado”, pontua o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista.

Funcionamento

Em geral, o Restaurante Popular e Universitário da UEMASUL funcionará como os demais espalhados pelo estado. O almoço será servido de segunda a sexta, das 11h as 14h30, sempre com um cardápio variado e nutritivo, atendendo a todos os princípios da segurança alimentar. Cada refeição custará o preço de 2 reais.

Como determinado no Acordo de Cooperação firmado entre UEMASUL e SEDES, serão 1000 refeições servidas por dia, sendo que 400 estarão reservadas para alunos e servidores da universidade. “Teremos um controle específico da instituição onde distribuiremos tickets para os alunos e servidores, que deverão ser apresentados com um documento que comprove o vínculo institucional quando forem adquirir a refeição”, informou Raelson Serra, encarregado da UEMASUL para a gestão do Restaurante Popular e Universitário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *