Governo divulga lista dos sorteados do programa Cartão Transporte Universitário

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) e da Secretaria de Estado da Juventude (Seejuv), divulgou nessa terça-feira (26), a lista com os mil candidatos sorteados do programa Cartão Transporte Universitário para o semestre 2017.2, bem como a lista de excedentes.

A lista foi obtida após o sorteio realizado na última segunda-feira (25), no auditório da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz), localizado na Avenida Carlos Cunha, s/n, no bairro do Calhau, conforme o Edital N° 04/2017, que regulamenta o procedimento da Audiência Pública para a escolha dos beneficiários do programa.

Como previa o edital, o sorteio consistiu na composição de uma ordem de classificação, gerada de forma randômica entre todos os 3.155 candidatos devidamente inscritos. A lista divulgada considera prioritariamente, o critério dos candidatos inscritos no CadÚnico, obedecendo ao que prevê a Medida Provisória número 250/17, que cria o Programa Cartão Transporte Universitário.

Cartão Transporte Universitário

O programa vai ajudar jovens que precisam percorrer distâncias de mais de 100 km, entre suas residências e as instituições de ensino onde estão matriculados, amenizando o impacto econômico na sua vida acadêmica e incentivará a permanência e a continuidade dos estudos. O Cartão Transporte Universitário é uma iniciativa do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv) e Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), e vai atender estudantes matriculados em cursos presenciais e com regime diário de aulas em Instituições de Ensino Superior públicas ou privadas no Maranhão.

As inscrições para o programa Cartão Transporte Universitário foram encerradas na última sexta-feira (15), tendo recebido mais de 3 mil inscritos. Para semestre 2017.2, o programa vai beneficiar 1 mil universitários com o auxílio de R$ 800, em parcela única.

Lista dos aprovados: https://goo.gl/wqBj34

Lista dos excedentes: https://goo.gl/WsSWEn

 

*http://www.ma.gov.br/agenciadenoticias

III Semana de Estudos Florestais

A Semana de Estudos Florestais – SEF acontecerá nos dias 15 a 21 de outubro de 2017, na Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão, sob organização de discentes de Engenharia Florestal, do Centro Acadêmico de Engenharia Florestal com o apoio do Centro de Ciências Agrárias – CCA.

O público alvo são estudantes de graduação e pós-graduação da área florestal e afins, profissionais da área e outros interessados no setor florestal. Trata-se de um evento de âmbito nacional, no qual queremos contribuir com a formação profissional, seja pela troca de experiências, apresentação de trabalhos, capacitações ou palestras de nomes importantíssimos no cenário florestal.

As informações sobre a programação, conteúdo e submissão de resumos logo estarão disponíveis no site abaixo. Fiquem atentos para novas informações!

Faça sua inscrição e submissão de trabalhos no link:
https://www.uemasulsef.com/

Oficina regional de elaboração do Plano Estadual de Direitos Humanos

Seguindo o cronograma de realização das oficinas regionais de elaboração do Plano Estadual de Direitos Humanos e Programa Estadual Educação em Direitos Humanos, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), promove, na próxima quinta-feira (28), o ciclo de palestras na Região Tocantina, em Imperatriz.

O evento acontece a partir das 8h, no auditório da UEMASUL. O objetivo das oficinas é debater com gestores, técnicos municipais e estaduais, educadores, conselheiros, representantes de movimentos e organizações da sociedade civil, do poder público e do judiciário, as propostas, diretrizes e estratégias de implementação de ações que vão integrar os dois instrumentos de promoção de direitos – o Plano e o Programa – que servirão de orientação para a Política de Direitos Humanos no Maranhão.

Para o Secretário de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves da Conceição, as oficinas são parte fundamental do processo de elaboração destes programas. “As oficinas regionais são uma forma de avaliar junto aos municípios a minuta de trabalho elaborada por meio das propostas sugeridas em convenções e encontros estaduais de direitos humanos. Somente através do diálogo poderemos alinhar as propostas à realidade dos territórios do estado, tornando o projeto legítimo e factível”, avalia o secretário.

A metodologia desenvolvida pela Sedihpop durante as oficinas tem início com uma exposição dialogada e grupos de trabalho organizados em cinco eixos: Interação democrática entre Estado e Sociedade Civil; Direitos Humanos e Desenvolvimento; Universalizar direitos em contextos de desigualdades; Segurança Pública e Justiça; Educação, Cultura e Pesquisa em Direitos Humanos. Ao final do evento, é realizada uma plenária para leitura das propostas e encaminhamentos. A última oficina será realizada em Barreirinhas, no dia 6 de outubro, encerrando o cronograma de atividades. Após esta etapa, o texto da minuta será incluído na plataforma digital de participação popular – participa.ma.gov.br – para que todos os cidadãos maranhenses possam contribuir na construção do Plano.

SERVIÇO:

O que: Oficinas Regionais de Elaboração do Programa Estadual de Direitos Humanos e Plano de Educação dos Direitos Humanos.

Quando: 28 de setembro, quinta-feira, das 8h às 17h30.

Onde: Auditório da Universidade Estadual da Região Tocantina – UEMASUL – R. Godofredo Viana, 1300 – Centro, Imperatriz – MA.

1º Fórum ReINTER

Estão abertas as inscrições para o I Fórum da Rede de Assessorias para Assuntos Internacionais das Instituições Públicas de Ensino Superior do Maranhão- ReINTER. O evento ocorrerá no auditório da FIEMA nos dias 21 e 22 de setembro.

O fórum tem por finalidade estimular o fomento de processos de internacionalização por parte das instituições de ensino superior do estado, aproximar a comunidade acadêmica e o setor privado da temática internacionalização do ensino superior, além de divulgar oportunidades de mobilidade acadêmica para docentes e discentes. Neste sentido, o fórum busca atrair estudantes estrangeiros para o Maranhão e, ao mesmo tempo, promover o agenciamento de intercâmbio no exterior para estudantes maranhenses.

A primeira edição do fórum, fruto do trabalho conjunto da SECTI, FAPEMA, UEMASUL, UEMA, IEMA, UFMA e IFMA, será um amplo evento de divulgação de ações de mobilidade acadêmica internacional. A programação do fórum contará com oficinas, mesas-redondas e palestras, onde serão discutidas políticas e estratégias de internacionalização acadêmica.

Informações detalhadas sobre o evento estão disponíveis no site http://www.reinter.secti.ma.gov.br/, ou com a Assessora de Assuntos Internacionais da UEMASUL profª Edna Sousa Cruz.

Fique por dentro!

Criada pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) por meio da Portaria Nº 49/2016, a ReINTER  tem por objetivos coordenar e integrar as ações das assessorias de assuntos internacionais. A rede também tem por finalidade propor e implementar agenda comum de cooperação acadêmica internacional, promover intercâmbio de informações e experiências e realizar eventos vinculados à temática das relações internacionais.

UEMASUL promove evento em comemoração ao dia do Veterinário

O dia do Médico Veterinário é comemorado em 9 de setembro porque foi exatamente nessa data, em 1933, que o presidente do Brasil, Getúlio Vargas, assinava o Decreto Lei nº 23.133, que regulariza a profissão e o ensino da medicina veterinária no país.  Mesmo sendo oficializado apenas em 1933, os cursos de formação em veterinária já existiam no Brasil desde 1910. Na UEMASUL, estudantes e professores promoveram nesta quinta feira (14) uma programação especial com o objetivo de celebrar o dia deste profissional e aperfeiçoar a formação acadêmica dos estudantes. O evento contou com palestras, mesas redondas e um coquetel de encerramento.

Um dos temas de destaque do evento foi a ética profissional do Médico Veterinário, profissional que além da saúde dos animais, também auxilia na preservação da saúde da população humana. Para o estudante do 4º período de Medicina Veterinária, Guilherme Monteiro, este evento é uma oportunidade que os alunos tem de adquirir novos conhecimentos da área. “Foi bastante proveitoso, tanto na questão de explanar os campos que o médico veterinário pode atuar, como na importância de se falar sobre a ética na nossa profissão”, afirmou.

Giovana Nogueira, Médica Veterinária a 20 anos, ministrou uma palestra sobre o papel do Veterinário na saúde pública e ressaltou a importância do evento para o aprimoramento da formação acadêmica dos estudantes. “É bastante importante promover este tipo de evento, principalmente na questão de trazer discussões acerca da função do Veterinário no mercado de trabalho, além de permitir uma troca de conhecimentos entre os profissionais e os estudantes da área.

A organizadora e diretora do curso de Medicina Veterinária, Sandra Borges, comentou a respeito da realização do evento e agradeceu a participação dos alunos e dos profissionais que estiveram na mesa de debate. “Esse evento foi idealizado e realizado pelo curso de Medicina Veterinária e contou co participação dos palestrantes, e principalmente dos alunos e professores que se esforçaram e fizeram com que este evento acontecesse”, afirmou a professora.

 

Equipe da UEMASUL visita as obras do novo campus

Uma comitiva formada por membros da reitoria, professores e estudantes realizou nesta quinta-feira, (14), uma visita ao local das obras do novo campus da UEMASUL, em Imperatriz. A vistoria contou com a presença do arquiteto responsável pelo projeto da obra, Vitor Hugo dos Santos Plum, que acompanhou o processo de readequação do projeto de construção do novo prédio.

O novo campus será destinado, inicialmente, aos cursos que fazem parte do Centro de Ciências Agrárias: Medicina Veterinária, Engenharia Florestal e Engenharia Agronômica. A diretora do centro, Mauricélia Ferreira Almeida falou sobre a importância do novo campus e as diversas melhorias que estão por vir. “Toda a infraestrutura que nós nunca tivemos, ter nossos laboratórios, áreas experimentais, casas de vegetações, hospital universitário, nos dá ânimo para correr atrás. Precisamos fortalecer as ciências agrárias aqui, será excelente para nós e para a UEMASUL, afinal de contas, o nosso crescimento é o crescimento da instituição”.

Fazendo sua primeira visita desde o início das obras, o arquiteto Vitor Hugo do Santos explicou o motivo da visita. “O objetivo é ver como as obras estão andando e junto com toda a equipe, fazer uma adequação ao projeto original. Em toda obra é necessário este processo, a ideia é ver a atual situação e adaptar da melhor maneira, conforme o necessário”. informou o arquiteto que afirmou também que estão programadas outras três datas para vistorias.

Para o vice-reitor da UEMASUL, Expedito Barroso, a participação dos estudantes é essencial no acompanhamento da obra. “É fundamental sempre estar com alunos, gestores e técnicos acompanhando o desenvolvimento desse importante equipamento que consolida a UEMASUL na sua área de ciências agrárias. É de grande importância observar desde o início, para que se verifique, tire dúvidas, e quando necessário, se adeque a estrutura”, disse o vice-reitor.

O aluno do curso de Engenharia Florestal, Jonas Juliermerson participou da visita representando  os estudantes e ressaltou a urgência de uma melhor estrutura que o curso sempre exigiu e nunca obteve em anos anteriores. Destacou também o dever da comunidade estudantil em se dedicar nas vistorias na obra: “Os estudantes não só tem o direito, como dever em visitar e conhecer como está o andamento e a estrutura do novo campus, e sem dúvida é de grande relevância para os estudantes da engenharia florestal, bem como a universidade e toda nossa Região Tocantina.

O novo campus da UEMASUL em Imperatriz simboliza um grande marco para a cidade de Imperatriz e toda Região Tocantina. A conclusão da obra está prevista para o segundo semestre de 2018 e está orçada no valor total de R$ 11.387.273,82.

UEMASUL lança edital para o Programa de Bolsas Permanência

A área de abrangência da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão reúne municípios com diferentes especificidades culturais entre eles, mas com características sociais muito semelhantes. Nos campi de Imperatriz e Açailândia estão matriculados diversos estudantes de diferentes municípios que enfrentam muitas dificuldades para continuar os seus estudos. Sensível a esta conjuntura, a UEMASUL, através da Pró-Reitoria de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica (PROGESA), lançou o Programa Bolsa Permanência (PBP).

O edital, inédito na rede estadual de ensino superior, foi lançado no campus de Açailândia durante uma agenda da administração superior com os estudantes. O programa foi instituído através de uma resolução do Conselho Universitário, pautada pela portaria nº 389 do Ministério da Educação. O edital PBP 059/2017-PROGESA disponibilizará 33 bolsas permanência, divididas em 23 vagas universais e 10 vagas para alunos indígenas e quilombolas.

De acordo com Regina Célia, pró-reitora de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica, os candidatos selecionados serão beneficiados com bolsas de 400 reais mensais para os não cotistas, e de R$ 800 reais, para os indígenas e quilombolas “As bolsas terão vigência de seis meses, podendo ser renovadas por períodos sucessivos, uma vez que os estudantes continuem atendendo aos critérios do edital”, informou.

Elizabeth Nunes Fernandes, reitora da UEMASUL, explica que a proposta do edital vem ao encontro da própria missão da universidade, quando democratiza não só o acesso, como também as condições objetivas para o estudante concluir o seu curso. “Este edital é uma ação de inclusão acadêmica e social, que aumenta as possibilidades para os alunos de outras cidades em estado de vulnerabilidade socioeconômica de concluir o curso”, afirmou a reitora.

O estudante Mário Lucena, do primeiro período do curso de Engenharia Civil, irá concorrer a uma das bolsas e ressalta a importância do programa. “Como sou de outra cidade, a bolsa iria ajudar muito a me manter aqui enquanto estudo”, afirmou o acadêmico. Os interessados poderão se inscrever no período de 04 a 25 de setembro de 2017, no departamento Gestão e Sustentabilidade Acadêmica, campus de Imperatriz, das 9h às 11h e das 14h às 18h.  Em Açailândia, os estudantes devem procurar a Secretária Acadêmica, das 14h ás 18h e das 19h ás 21h. O edital de bolsa permanência e os documentos necessários já estão disponíveis no http://uemasul.edu.br/baixar.php

UEMASUL recepciona atletas que participaram dos Jogos Universitários Maranhenses

Com a apenas nove meses de criação a Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) marcou presença nos Jogos Universitários Maranhenses 2017. Para celebrar a participação, a reitoria da instituição promoveu uma recepção especial para os alunos atletas das equipes de Futsal Masculino e Voleibol Masculino.

Os Jogos Universitários Maranhenses (JUMS) aconteceram entre os dias 18 e 26 de agosto, em São Luís (MA). O evento organizado pela Federação Acadêmica Maranhense de Esporte (FAME) reuniu instituições de Ensino Superior, em 15 modalidades. Depois de seis anos sem nenhum representante da Região Tocantina, a UEMASUL não só enviou uma delegação com 25 atletas, como também conquistou a prata no Voleibol.

Para o integrante da equipe, Amaury Barbosa, esta conquista é fruto de muito esforço e também do apoio da instituição. “Era um projeto que estávamos tentando realizar há muito tempo, e que só agora, com o apoio da UEMASUL, conseguimos recursos para participar e trazer esta medalha para Imperatriz. Acredito que representamos bem, tanto a universidade, como o município”, afirma o atleta.

A reitora Elizabeth Nunes comentou a respeito da conquista dos atletas e do compromisso da UEMASUL em incentivar o esporte. “Essa conquista é dos alunos, dos técnicos e da instituição. Fico muito feliz em fazer parte dessa parceria que incentiva o esporte universitário, e temos o compromisso de apoiar nossos alunos-atletas para que levem o nome da UEMASUL em todas as suas conquistas e atividades esportivas”, declarou.

Getúlio Melo, professor da instituição e técnico da equipe, acompanhou os alunos nos jogos e agradeceu o apoio da UEMASUL em garantir a participação dos alunos na competição, demonstrando o seu compromisso em valorizar o esporte na Universidade. “Agradecemos o apoio do governador Flávio Dino e da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL) em garantir nossa participação nos jogos deste ano. Acredito que fizemos uma boa participação nos Jogos Universitários Maranhenses de 2017”, declarou, Getulio Melo.

Além dos certificados emitidos pela Federação e entregues pela reitoria, a recepção ficou marcada pela homenagem enviada pela instituição a UEMASUL. Cinco medalhas de ouro foram distribuídas entre os membros da administração superior, reconhecendo a importância da participação da universidade no evento esportivo.