UEMASUL participa de posse do novo Secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação

A tarde desta terça-feira (08) foi de mudanças nas estruturas do Governo do Estado. O governador Flávio Dino empossou, em solenidade no Palácio dos Leões, o Advogado e professor Davi Telles como novo secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) do Estado. O secretário tem mestrado em Direito Social na Universidade de Sorbonne (França) e ocupou o cargo de presidente da CAEMA nos últimos 31 meses. Jhonatan Almada, que ocupava o cargo ficará exclusivamente à frente do IEMA como reitor.

Apesar de ter autonomia administrativa e orçamentária, a UEMASUL está ligada a SECTI e compõem junto da UEMA, IEMA e diversos projetos e programas, o Sistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação. “A UEMASUL é um pleito histórico da população da região tocantina que o Governador Flávio Dino teve a ousadia e a coragem de fazer acontecer. Nosso desafio é fazer a UEMASUL chegar a um patamar de excelência acadêmica e assim desenvolver o seu papel estratégico na difusão e fortalecimento da Ciência e Tecnologia na região e em todo o estado”, afirmou o secretário.

Cumprindo uma extensa agenda em São Luis, a reitora da UEMASUL, Elizabeth Nunes Fernandes, e o vice-reitor, Expedito Barroso estiveram presentes na solenidade. “É o momento de desejar sucesso ao novo secretário, nos colocando a inteira disposição para contribuir com o que for necessário para que o bom trabalho que vinha sendo desenvolvido por Jhonatan Almada, tenha continuidade com o Davi Telles”, declarou a reitora da UEMASUL.

De acordo com o governador Flávio Dino, os ajustes de equipe são naturais para obter ainda maior eficiência administrativa e fixação de novas metas para cada um deles. “À vista de tantos desafios é normal que o Governo faça mudanças na equipe visando a garantia e a continuidade do dinamismo e da concretização das metas”, pontuou o governador.

Para o governador, esses remanejamentos são normais, “tendo em vista que nós precisamos otimizar os nossos recursos materiais e humanos”, e por isso mesmo cabe a quem tem essa atribuição fazer essas mudanças táticas, mantida a mesma orientação, o mesmo programa e propostas, “visando a que nesse período de um ano e meio deste mandato de Governo a gente consiga colher resultados ainda mais expressivos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *