PERFIL SOCIOECONÔMICO E CULTURAL DAS (OS) ACADÊMICAS (OS) DA UEMASUL


Os dados disponibilizados no presente documento foram levantados pela Divisão de Serviço Social e Médico, através da aplicação de um questionário socioeconômico, ao longo dos meses de junho a setembro de 2017, entre a comunidade acadêmica discente, regularmente matriculada.

Este trabalho busca embasar a construção do perfil socioeconômico das (os) acadêmicas (os) da UEMASUL contribuindo para o enfrentamento das questões social, econômica e cultural da comunidade universitária, favorecendo a identificação das necessidades que permeiam a permanência e a conclusão dos cursos dos acadêmicas (os) em situação de vulnerabilidade econômica e social, propiciando a ampliação e criação de programas e projetos da política de assistência estudantil da UEMASUL.

Vale situar quantitativamente o número de acadêmicas (os) e cursos em funcionamento na UEMASUL no semestre 2017.2. Conforme demonstrativo do Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI (2017, p.9), e previsto em Lei, a UEMASUL, em sua área de atuação possui dois campi, localizados nos municípios de Imperatriz e Açailândia. No campus Imperatriz constam em pleno funcionamento 13 (treze) cursos e no campus Açailândia, 04 (quatro) cursos, atendendo um total de 2.341 acadêmicas (os).

Responderam o questionário socioeconômico da Divisão de Serviço Social e Médico 1.034 acadêmicas (os) representando o universo de 44,16 % de acadêmicas (os) matriculadas (os), referentes ao número total de 17 cursos dos campis de Imperatriz e Açailândia.

Download