Diretor(a)


Nome: Nisângela Severino Lopes Costa
Email Institucional:
Curriculo Lattes

Perfil do Curso


O Curso de Graduação em Engenharia Florestal almeja um profissional com formação generalista, tecnicamente competente, crítico, criativo e humanizado, que encontre sempre uma resposta  em  consonância  com  sua  responsabilidade  diante  do  mundo,  com  adequada  base científica  para  utilizar  recursos  da  engenharia  na  solução  de  problemas  florestais,  em reflorestamentos  e  florestas  nativas,  de  forma  sustentável,  com  visão  principal  em  gestão, planejamento e ordenamento de recursos florestais.

Para tal, sua formação acadêmica deve  estar  baseada  no  conjunto  das  competências necessárias para a formação de um profissional flexível que acompanhe de forma sistemática e crítica  os  permanentes  desafios  tecnológicos  e  as mudanças  ocorridas  no mundo  do  trabalho, antevendo  essas  mudanças  impondo  e  ampliando  espaços  considerando  e  incorporando princípios  de  desenvolvimento  sustentável  que  valorizem  a melhoria  da  qualidade  de  vida  da sociedade. Este profissional deve  ter como princípio a educação continuada como um processo permanente que garantirá a sua atuação na sociedade de forma competente e responsável, visto que  a  formação profissional deve  ser  entendida como um processo  contínuo de  construção de competências  que  demandam  de  aperfeiçoamento  e  atualização  constantes.  A liderança, a capacidade de tomar decisões e de interagir com outros profissionais devem, também,  ser preocupações constantes desse profissional.

O perfil profissional do Engenheiro Florestal deve ser construído também levando  em consideração o perfil comum definido pelas Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Engenharia Florestal, e as especificidades da proposta pedagógica da Universidade Estadual do Maranhão.

Neste contexto, o que se enseja como perfil do profissional egresso do Curso de Engenharia Florestal da UEMA/CESI é de se ter:

• sólida formação científica e profissional geral que possibilite absorver e desenvolver tecnologia;

• capacidade crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com  visão  ética  e humanística, em atendimento às demandas da sociedade;

• compreensão e tradução das necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidade, com  relação  aos  problemas  tecnológicos,  socioeconômicos,  gerenciais  e  organizativos, bem  como  utilização  racional  dos  recursos  disponíveis,  além  da  conservação  do equilíbrio do ambiente; e

• capacidade de adaptação, de modo flexível, crítico e criativo, às novas situações.

O curso deverá estabelecer ações pedagógicas com base no desenvolvimento de condutas e atitudes com responsabilidade técnica, científica e social, possibilitando a formação profissional que proporcione as seguintes competências e habilidades:

• Estudar a viabilidade técnica e econômica de projetos florestais, planejar, projetar, analisar, especificar, supervisionar, coordenar, assessorar e orientar tecnicamente;

• Planejar, elaborar, implantar e administrar projetos florestais, observando  a  legislação pertinente em vigor;

• Dirigir empresas, executar e fiscalizar serviços técnicos correlatos;

• Aplicar métodos e técnicas de gerência, para assegurar a sustentabilidade da produção e a comercialização dos produtos e subprodutos florestais;

• Realizar vistorias, perícias, avaliações, arbitramentos, laudos e pareceres técnicos, com condutas, atitudes e responsabilidade técnica e social, respeitando a fauna e a flora e promovendo a conservação e/ou recuperação da qualidade do solo, do ar e da água, com uso de tecnologias integradas e sustentáveis do ambiente;

• Desempenhar cargo e função técnica;

• Promover a padronização, mensuração e controle de qualidade;

• Atuar em atividades docentes no ensino técnico profissional, ensino superior, pesquisa, análise, experimentação, ensaios e divulgação técnica e extensão;

• Conhecer e compreender os fatores de produção e combiná-los com eficiência técnica  e econômica;

• Aplicar conhecimentos científicos e tecnológicos;

• Conceber, projetar e analisar sistemas, produtos e processos;

• Identificar problemas e propor soluções;

• Desenvolver e utilizar novas tecnologias;

• Gerenciar, operar e manter sistemas e processos;

• Comunicar-se eficientemente nas formas escrita, oral e gráfica;

• Atuar em equipes multidisciplinares;

• Avaliar o impacto das atividades profissionais nos contextos social, ambiental e econômico;

• Conhecer e atuar em mercados do complexo agroindustrial e do agronegócio;

• Atuar na organização e gerenciamento empresarial e comunitário interagindo e influenciando nos processos decisórios de agentes e instituições, na gestão de políticas setoriais;

• Atuar com espírito empreendedor;

• Realizar assistência, assessoria e consultoria;

• Participar e atuar em todos os segmentos das cadeias produtivas do setor florestal;

• Enfrentar os desafios das rápidas transformações da  sociedade  e  do mercado  de  trabalho, adaptando-se às situações novas e emergentes.