• Projetos
  • Bolsa de Extensão

Cursinho Popular


O Cursinho Popular da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão - UEMASUL se apresenta como uma iniciativa de educação popular, envolvendo estudantes e egressos (voluntários), oriundos da Universidade Estadual do Maranhão - UEMA e de outras IES sediadas no município de Imperatriz.

O propósito central do Cursinho Popular/UEMASUL se volta ao desenvolvimento de ações inclusivas, através de um projeto extensionista educativo sem fins lucrativos, com vistas de possibilitar a inserção de jovens e adultos em situações de vulnerabilidade social (baixo poder aquisitivo) a ter acesso à educação superior, priorizando nesse cenário, a formação crítica e participativa desses indivíduos.

DA ESTRUTURA E FUNCIONAMENTO DO CURSINHO POPULAR/UEMASUL

            Por meio de editais específicos foram inscritos 240 estudantes de baixo poder aquisitivo, residentes em distintas áreas do município de Imperatriz. Destes, cem (100) estudantes foram selecionados e estão distribuídos em duas turmas. O funcionamento do Cursinho Popular/UEMASUL tem a sua ocorrência no turno noturno (19:00 – 22:30h). Esta traduz uma das primeiras ações extensionista realizada pela UEMASUL que tem envolvido diretamente as demandas sociais e promovido estreitos laços com a comunidade acadêmica Uemasulniana.

 

Bolsas de Extensão

Programa Institucional de Bolsas de Extensão – PIBEXT/UEMASUL

O programa institucional de bolsas de extensão apresenta como objetivo central a concessão de bolsas de extensão a discentes regularmente matriculados nos cursos de graduação da UEMASUL. Trata-se de um programa de caráter permanente que visa contribuir com a formação acadêmica e cultural dos estudantes, de modo a assegurar processos permanentes de interação entre a Universidade e a sociedade.

Há uma previsão inicial para a implantação de (40) quarenta bolsas de extensão aos estudantes da UEMASUL (campus de Açailândia e Imperatriz) que encontram-se regularmente matriculados entre o segundo e o penúltimo período, sendo que estes estudantes são indicados pelo professor coordenador do projeto, através de processo seletivo. O período de vigência da bolsa é de 12 (doze) meses, com previsão inicial de implantação, a partir do mês de agosto de 2017, estendendo-se até o mês de julho de 2018.

A socialização dos projetos extensionistas serão realizados anualmente, por meio da Jornada de Extensão Universitária, sendo organizada pela Coordenadoria de Sustentabilidade e Integração Social – CSI, através da Divisão de Extensão e Assuntos Comunitários – DIVEXT. Estes órgãos estão vinculados à Pró-reitoria de Gestão e Sustentabilidade Acadêmica – PROGESA/UEMASUL.

Os resultados obtidos no desenvolvimento das ações extensionistas envolverão docentes, discentes e comunidade, sendo obrigatória a participação de todos. Nela é concedida premiação aos melhores projetos desenvolvidos no referido período.